Um Pouco de História sobre o Dia Internacional da Mulher


Na minha humilde opinião, lastimo que se continue a comemorar o Dia da Mulher, tal como se comemora o Dia dos Animais, e nem sequer existindo o Dia do Homem.
Pergunto-me porque é necessário um dia dedicado à mulher… para repararmos na sua importância?! Mas há duvidas do seu relevante papel na sociedade? Elas são mulheres, mães e trabalhadoras, e tudo isto regra geral fazem bem feito, e tantas vezes sem a ajuda dos homens.
Não é com dias especiais que se manifesta a tão almejada igualdade entre homens e mulheres, digo eu…
Não queiramos ser demasiado feministas… mas já que o Dia das Mulheres existe, desejo a todas uma data feliz.

No século 19, aí sim faria algum sentido a celebração desta data.
Tudo começou por causa de uma revolta fabril levada a cabo por mulheres descontentes com as desigualdades no trabalho.
A 8 de Março de 1857, operárias texteis da fábrica nova-iorquina Triangle Shirtwais, cansadas de receberem menos de um terço salarial dos seus colegas homens, fizeram greve afim de reclamarem melhores condições, o que incluia a redução de mais de 6 horas de trabalho diárias. A entidade patronal e os agentes policiais castigaram-nas fechando-as dentro da fábrica à qual atearam fogo. Desta desumana atitude, resultaram 129 vítimas que morreram carbonizadas.
Tal acontecimento deixou a sua marca e foi relevante para a criação de um Dia da Mulher, o qual vai sendo comemorado por muitos países, e por outros esquecido durante anos.


A tradução do título desta imagem, é : “Nós conseguimos!”
Esta é uma das imagens mais utilizadas para ilustrar o Dia da Mulher. Esta fotografia é de 1942 e retrata Geraldine Doyle, uma trabalhadora de 17 anos que mostra ter tanta força como a os homens seus colegas de fábrica. o metal à semelhança dos homens da mesma fábrica. J. Howard Miller, reeditou esta imagem e no século 20, na década de 80, ele tornou-a num ícone da luta da Mulher.

Artigo publicado no tema Diversos temas escolares. Adicionar aos favoritos link permanente.

Deixe a sua opinião: